segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Preso homem que matou a mulher na frente dos três filhos no Bairro Vista Alegre


O crime aconteceu após o homem ter descoberto a traição da mulher. O casal estava junto há mais de 10 anos

Publicação: 06/08/2012
O suspeito afirmou que está arrependido de cometer o crime (Gladyston Rodrigues/EM/D.A.Press)
O suspeito afirmou que está arrependido de cometer o crime
 
Foi preso na manhã desta segunda-feira Carlos Alberto Reis, o Dú, de 36 anos, que confessou ter matado a facadas a própria mulher, Patricia do Carmo dos Reis, vulgo Brisa, após descobrir uma traição. O crime aconteceu no Bairro Vista Alegre, na Região Oeste de Belo Horizonte, em 21 de julho deste ano. Os três filhos do casal presenciaram o assassinato. 
De acordo com a Polícia Civil, o casal, junto há mais de 10 anos, já tinha um histórico de agressões. Patricia chegou a fazer três boletins de ocorrência contra Carlos em 2010, 2011 e este ano. Porém, na fase em que sairia a medida protetiva, a mulher sempre voltava para casa. Segundo o delegado Hugo Arruda, responsável pela investigação, Brisa dependia financeiramente do marido e, por isso, retornava. Os filhos também eram um dos motivos que impedia a separação. 


Em julho deste ano, o que seria mais uma briga entre os dois terminou em tragédia. No dia 20, Patricia chegou em casa com um tablet que a mulher dizia ser da chefe dela. Enciumado, Carlos Alberto pegou o objeto e o quebrou. Os dois começaram a discutir e Reis bateu na mulher. Brisa resolveu procurar a polícia e fez um boletim de ocorrência. Neste dia, ela foi aconselhada pelos policiais a não dormir em casa e, por isso, foi para a casa da mãe, que fica no mesmo bairro. 

No dia seguinte, Patrícia voltou à residência para buscar os filhos, já que era aniversário da menina mais velha do casal. Novamente houve discussão e os dois se agrediram. Durante a briga, Carlos pegou uma faca e desferiu vários golpes no tórax da mulher, que morreu na hora. Os filhos presenciaram todo o crime. A menina mais velha, que fez nove anos no mesmo dia, foi quem pediu socorro. 

Após o assassinato, Carlos fugiu. No fim de julho, a polícia pediu a prisão preventiva do suspeito e começou a monitorar casas de parentes do homem para tentar encontrá-lo. Ele foi preso nesta manhã no Bairro Lindeia. 

Durante a apresentação, realizada na tarde desta segunda-feira, Carlos se mostrou arrependido e contou que cometeu o crime devido à traição da mulher. “Numa briga com minha sogra ela me contou que minha mulher estava me traindo. Durante uma briga, Patricia confessou tudo e contou todos os detalhes da traição”, disse. 

A polícia trabalha com a hipótese do homem ter premeditado o crime. Isso porque a filha mais velha do casal informou, em depoimento, que viu o pai amolando uma faca no dia anterior ao assassinato pouco tempo depois de ter brigado com a mãe dela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário