sexta-feira, 27 de julho de 2012

PONTE NOVA/MG - Polícia prende mais de 30 homicidas e traficantes em Ponte Nova


Equipe da Delegacia de Polícia 
Civil de Manhuaçu participou 
da operação
A Polícia Civil prendeu durante a Operação Carpe Diem, nesta quinta-feira, 36 traficantes e homicidas de duas quadrilhas rivais em Ponte Nova, na Zona da Mata de Minas Gerais.
Segundo o delegado regional Milton da Cunha Castro Júnior, as investigações começaram há cerca de um ano e culminaram com a expedição de 41 mandados de prisão, busca e apreensão.
De acordo com o policial, os presos são responsáveis pelo aumento da criminalidade no municípios, que registrou 10 homicídios no ano passado e 13 somente nos primeiros setes meses deste ano.
“Essa pessoas são parte integrante de duas quadrilhas de traficantes de uma região onde ficam os bairros São Pedro e Fátima. Esses bairros formam um grande morro da cidade. Está acontecendo uma guerra entre essas quadrilhas por disputa de pontos de tráfico há cerca de dois anos, mas que ficou mais acirrada ultimamente. A grande maioria dos homicídios são atribuídos a esses integrantes”, relata Júnior. Além de mandados cumpridos nessas região, também foram presos suspeitos nos bairros Novo Horizonte e Cidade Nova.
Durante as investigações a polícia identificou cada um desses membros, suas funções e ações dentro das organizações criminosas. Entre os bandidos capturados estão quatro menores, um de 14, dois de 15, e um de 16 anos. Há também três mulheres presas e o restante dos suspeitos são homens. De acordo com o delegado, cinco pessoas ainda estão foragidas, entre elas o líder de uma das gangues.
A operação começou por volta de 6h e contou com 30 viaturas, um helicóptero, cães farejadores e 120 policiais de Ponte Nova, Belo Horizonte, Ipatinga, Manhuaçu e João Monlevade.
Os presos vão responder por tráfico, associação ao tráfico, homicídios e tentativa de homicídio. Eles foram encaminhados para o Completo Penitenciário de Ponte Nova.
Luana Cruz - Portal Uai - Foto Andre Luiz Midia Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário